sexta-feira, 24 de junho de 2011

CLUBES QUE JAMAIS FORAM REBAIXADOS

Em quase todas as ligas do mundo com poucas exceções, como o MLS (Estados Unidos) ou A-League (Austrália) o rebaixamento é a passagem obrigatória das piores equipes do campeonato para o calvário da divisão inferior imediatamente após o final da temporada. Geralmente, um número igual de clubes na divisão seguinte é promovido, embora o número de equipes promovidas e rebaixadas podem ser diferentes. Na história do futebol mundial é seleto o número de clubes de elite que nunca sofreram um rebaixamento desde a sua chegada na primeira divisão, e menos ainda que tenham participado em todas as edições de um campeonato nacional. Aqui estão as equipes do ano em que cada uma entrou para a elite. As equipes que possuem nome entre parênteses são aquelas que tinham outra denominação anteriormente. Se por acaso alguma equipe que possa se enquadrar nesta listagem não apareça aqui, por favor me avisem e que dentro do possível farei a atualização da relação.

Os clubes marcados com o asterisco (*) são os que possuem o escudo ao lado do país de origem.



ALBÂNIA
1929: SK Tiranë (17 Nëntori)
1950: Dinamo Tiranë (Olimpik) (*)
1994: Shkumbini (Peqin)




ALEMANHA
1963: Hamburger SV
1965: Bayern München
1979: Bayer Leverkusen
1997: VfL Wolfsburg
2008: TSG Hoffenheim (*)


ARGENTINA
1912: Independiente
1913: Boca Juniors
2002: Arsenal (*)
Nota: Desde o início do profissionalismo (1931) Independiente e Boca Juniors são os únicos que jogaram todas as temporadas.




ÁUSTRIA
1911: Austria Wien (Amador)
1911: SK Rapid Wien
2002: SV Pasching (Mudou-se para Klagenfurt, jogou como Austria Kärnten)
2003: SV Mattersburg (*)




BÉLGICA
1989: Germinal Beerschot Antwerpen (Germinal Ekeren) (*)
1997: VC Westerlo
2010: AS Eupen




BRASIL
1987: Cruzeiro (*)
1987: Flamengo
1987: Internacional
1987: Santos
1987: São Paulo




BULGÁRIA
1937: Levski Sofia (Levski-Spartak, Vitosha) (*)
1948: CSKA Sofia (CDNA, Sredets)







CHILE
1933: Colo Colo
1977: Cobreloa
2003: Universidad de Concepción (*)




CHIPRE
1934: APOEL
1953: Omonoia
1957: Apollon
1969: Enosis Neon (*)
Nota: APOEL e Omonoia jogaram mais de uma temporada na 1ª divisão Grega como campeões do Chipre.



COLÔMBIA
1948: Atlético Nacional
1948: Independiente Santa Fe
1948: Millonarios
2004: Boyacá Chicó (*)






COSTA DO MARFIM
1960: Africa Sports (*)
1960: ASEC Abidjan




CROÁCIA
1991: Dinamo Zagreb
1991: Hajduk Split
1991: NK Osijek (*)
1991: NK Rijeka
1991: NK Zagreb
1991: Varteks Varaždin
1997: Slaven Belupo Koprivnica





DINAMARCA
1982: Brøndby IF
2002: FC Nordsjælland (Farum BK) (*)






EQUADOR
1957: Barcelona SC







EGITO
1948: Al Ahly
1948: Zamalek (*)




ESCÓCIA
1890: Celtic
1890: Rangers
1905: Aberdeen (*)
Nota: Celtic e Rangers estavam entre os clubes original que fundou a Scottish Football League em 1890. O Aberdeen não jogou na Premier League escocesa durante a Primeira Guerra Mundial (1917-1919), mas perdeu sua condição de membro. Aberdeen foi promovido à primeira divisão em 1905, apenas uma temporada após a adesão à Divisão 2 e terminou em último lugar duas vezes, 1917 (não foi rebaixado devido a uma votação) e 2000 (não foi rebaixado mesmo que o estádio Falkirk não cumpria os regulamentos da Premier League escocesa).



ESPANHA
1928: Athletic de Bilbao (*)
1928: FC Barcelona
1928: Real Madrid
2004: Getafe CF
Nota: Real Madrid, Athletic Bilbao e FC Barcelona são membros fundadores da Liga em 1929.





FINLÂNDIA
2005: IFK Mariehamn (*)
2009: JJK Jyväskylä





FRANÇA
1974: FC Paris Saint-Germain
1980: AJ Auxerre (*)
Nota: Paris Saint-Germain foi fundado em 1970 na fusão de Paris FC com Stade Saint-Germain e jogou na primeira divisão em 1971/72. Sob pressão da capital francesa o clube teve que reiniciar como equipe amadora da Divisão 3, manteve o nome, cores e o presidente, ganhou a promoção à Divisão 2, no final de 1972/73 e depois a Primeira divisão de 1973/74.


GANA
1958: Asante Kotoko (*)
1958: Hearts of Oak
1978: Real Tamale United
1986: Goldfields (now AshantiGold)
1996: King Faisal Babies
2003: Heart of Lions
2009: Aduana Stars
2009: New Edubiase



GRÉCIA
1959: AEK
1959: Olympiakos
1959: Panathinaïkos
1959: PAOK (Thessaloniki)
1989: Skoda Xanthi (*)



HOLANDA
1956: Ajax
1956: Feyenoord (Feijenoord)
1956: PSV
1956: FC Utrecht (DOS) (*)
Nota: se considerarmos os torneios regionais desde 1898, a única que nunca caiu desde que atingiu a primeira divisão é o Feyenoord (promovido como Feijenoord em 1921).
Ajax, Feyenoord e PSV são membros da Eredivisie desde sua formação em 1956. FC Utrecht foi fundado em 1970 como uma fusão de três clubes, dois dos quais também foi membro fundador e nunca caiu.




HONDURAS
1965: Marathón
1965: Motagua
1965: Olimpia
1965: Real España
1965: Vida (*)




HUNGRIA
2006: Paksi SE
Nota: Em julho de 2006, o Ferencvaros teve revogada a licença da primeira divisão, depois de competir sempre na primeira divisão desde a primeira temporada em 1901.



INGLATERRA
1992: Arsenal (desde 1919)
1992: Everton (*)
1992: Liverpool
1992: Manchester United
1992: Tottenham Hotspur
1992: Aston Villa
1992: Chelsea
2005: Wigan Athletic
Nota: desde a fundação da Premier League em 1992 como a máxima competição inglesa.

IRLANDA
1921: Bohemians
1951: Saint Patrick's Athletic (*)
Nota: Durante muito tempo não houve rebaixamento.
Bohemians jogou na Liga dos irlandeses (hoje restrita a Irlanda do Norte) antes da separação das duas associações em 1920 e tinha caído em 1911.
Derry City jogou na liga na Irlanda do Norte durante todas as temporada entre 1929-1972, quando foi expulso na temporada 1972/73 devido a questões de segurança, entrou no campeonato da República da Irlanda em 1985 (segunda divisão). Nunca caiu, até que foi rebaixado por razões financeiras, no final da temporada de 2009, juntamente com o Cork City que havia caído de sua primeira chegada em 1984.




IRLANDA DO NORTE
1890: Cliftonville (*)
1890: Glentoran
1890: Linfield




ISLÂNDIA
2010: Selfoss
Nota: Em 1912, estabeleceu-se uma liga nacional, mas o mecanismo de declínio somente foi adotado em 1955. Nenhuma equipe conseguiu jogar todas as temporadas na liga principal desde 1912. Valur, que estava sem ser rebaixado desde 1923, acabou caindo em 1999.




ISRAEL
1950: Maccabi Tel-Aviv





ITÁLIA
1929: Internazionale (Ambrosiana)
2004: Città di Palermo (*)
Nota: Internazionale jogou todos os campeonatos italiano desde 1908. A Juventus tinha jogado todos os anos desde 1990 até que foi punida com o rebaixamento em 2006. Além disso, não terminou o campeonato em 1908.




IUGOSLÁVIA
1932: Hajduk Split (Croácia)
1946: Crvena zvezda Beograd (Sérvia) (*)
1946: Dynamo Zagreb (Croácia)
1946: Partizan Beograd (Sérvia)
1987: Rad Beograd (Sérvia)




JAPÃO
1992: Shimizu S-Pulse
Nota: A estrutura da liga foi completamente reformulada com a introdução do futebol profissional e a criação da J-League 1992, que incluiu uma série de mudanças de nomes. Estas equipes já haviam caído com o nome anterior: Gamba Osaka (Matsushita), Jubilo Iwata (Yamaha), Kashima Antlers (Sumitomo), Kashiwa Reysol (Hitachi), Nagoya Grampus Eight (Toyota), Sanfrecce Hiroshima (Mazda), Yokohama F. Marinos (Nissan).




LUXEMBURGO
2005: UN Kaerjeng (*)
2010: Jeunesse Canach





MACEDÔNIA
1992: Vardar
1992: Sileks (*)
1998: Rabotnicki
2005: Renova




MALTA
1946: Hibernians (*)
1946: Valletta
Nota: a Liga Nacional foi instalado em 1909, mas o mecanismo de declínio a partir de 1945. Nenhum clube conseguiu participar de todas edições desde 1909. Hibernians está na liga sem interrupção desde 1937 e Valletta desde 1945.



MÉXICO
1943: América
1943: Guadalajara
1950: Necaxa (Atlético Español)
1953: Toluca (*)
1962: Pumas UNAM
1964: Cruz Azul
1968: Santos (Laguna, Deportivo Neza, Santos)
1975: Estudiantes Tecos (UAG, Tecos)



NORUEGA
1975: Lillestrøm SK
Nota: é o clube com mais temporadas consecutivas na primeira divisão norueguesa (desde 1975).






PERU
1928: Universitario de Deportes
1956: Sporting Cristal
2004: Universidad de San Martín de Porres (*)




POLÔNIA
1995: Amica Wronki
Nota: O Pogon Lwów não é rebaixado desde 1939, mas após a Segunda Guerra Mundial, Lwow se tornou parte da União Soviética e o clube não voltou a competir; Warszawianka não caiu desde 1939, mas depois da guerra disputou apenas campeonatos regionais, até deixar a atividade de futebol em 1971.
Amica Wronki fundiu-se com Lech Poznan em 2006 e passou a competir na quarta divisão.



PORTUGAL
1938: Benfica
1938: FC Porto
1938: Sporting CP (*) Nota: O campeonato Português começou em 1934/35, mas o campeonato era decidido através de um sistema de eliminação no estilo "copa". Na primeiras temporadas as equipes eram classificadas para a liga nacional através de campeonatos regionais, em vez de um sistema de promoção/rebaixamento.


ROMÊNIA
1947: Dinamo Bucuresti
1947: Steaua Bucuresti (Armata, CCA)
1990: Gloria Bistrita (*)
2005: FC Vaslui
Nota: Dinamo e Steaua estão na primeira divisão desde a primeira temporada de disputa.



RÚSSIA
1992: Spartak Moscow
1992: Lokomotiv Moscow
1992: CSKA Moscow
1992: Dinamo Moscow
1992: Krylya Sovetov Samara (*)
1999: Saturn Moskovskaya Oblast
2003: Rubin Kazan
2004: Amkar Perm
2005: Tom Tomsk
2006: Spartak Nalchik
Nota: FC Dynamo Moscow jamais foi rebaixado: tanto na Soviet Top League desde sua fundação em 1936, nem na sua sucessora, a Russian Premier League instaurada en 1992. O Spartak Moscow nunca desceu na Russian Premier League; porém foi rebaixado na Soviet Top League una vez, en 1976.
CSKA Moscow não foi rbaixado na Russian Premier League; mas sofreu 2 descensos na Soviet Top League (1984 e 1987). Lokomotiv Moscow e Krylya Sovetov Samara jogaram todas as edições na Russian Premier League mas foram rebaixados na era soviética.
Saturn Moskovskaya Oblast foi extinto em janeiro de 2011 devido a suas enormes dívidas.





SUÉCIA
2011: Syrianska FC (Södertälje)






SUIÇA
NENHUMA EQUIPE CONSEGUIU SE MANTER NA PRIMEIRA DIVISÃO

Nota: O Lausanne-Sports teve negada uma licença profissional para a temporada de 2002/03, terminando a sua presença contínua na National Liga A desde a sua fundação em 1933. O Servette FC caiu em 2005 após ser decretada sua a falência, terminando a sua série de jogar todos os campeonatos suíços desde 1900, quando foi disputada a liga pela primeira vez.



TUNÍSIA
1955: Club Africain
1955: Stade Tunisien
1955: CS Sfaxien (antes Club Tunisien)
1955: Etoile Sportive du Sahel (Sousse) (*)
1955: Espérance Sportive de Tunis



TURQUIA
1960: Besiktas
1960: Fenerbahçe
1960: Galatasaray
1974: Trabzonspor (*)
2005: Sivasspor
2007: Istanbul BB
2010: Bucaspor



UCRÂNIA
1992: Dynamo Kiev
1992: Shakhtar Donetsk
1992: Dnipro Dnipropetrovsk (*)
1992: Metalurh Zaporizhya
1992: Tavriya Simferopol




UNIÃO SOVIÉTICA
1936: Dynamo Kiev (Ucrânia)
1936: Dynamo Moscow (Rússia)
1936: Dynamo Tbilisi (Geórgia)
1937: Torpedo Moscú (Rússia)
1988: Pamir Dushanbe (Tadjiquistão) (*)
1990: Metalurg Zaporozhe (Ucrânia)
Nota: Dynamo Tbilisi ingressou na Soviet Top League em sua segunda temporada, que, igual a primeira, foi disputada em 1936. Depois de 1990 deixou a liga (junto com Guria Lanchkhuti, também de Georgia, e Zhalgiris Vilnius, de Lituania) para jogar na liga de Georgia. Depois de 1991, os 15 países que resultaram da separação da União Soviética começaram com suas próprias ligas; desde então Pamir Dushanbe teve que retirar-se do campeonato do Tadjiquistão e Torpedo Moscow desembarcou no Russian Premier League em 2006.




URUGUAI
1901: Nacional
1900: Peñarol
1999: Tucuarembó (*)





UZBEQUISTÃO
1992: Bunyodkor
1992: Pakhtakor Tashkent
1992: Navbahor Namangan (*)
1992: Neftchi Farg'ona



VENEZUELA
1974: Deportivo Táchira FC
1983: AC Mineros de Guayana
1985: Caracas FC (Caracas-Yamaha)
2005: Aragua FC
2006: Zamora FC
2007: Deportivo Anzoátegui (*)
2007: CD Lara (Guaros de Lara)
2008: Zulia FC
2009: Yaracuyanos FC
2009: Real Esppor

Nota: O Deportivo Táchira FC tinha o original nome de San Cristobal, em 1978 mudou para Deportivo Táchira. Em 1984 se fundiu com Atlético San Cristóbal formando a União Atlético Táchira. Para a temporada 1999/2000 assumiu o nome de Deportivo Táchira FC. Quando subiu para a primeira divisão o Caracas FC chamava-se Caracas-Yamaha. Desde 1987 leva o seu nome atual. Em suas duas primeiras temporadas na Primeira Divisão o Club Deportivo de Lara era chamado de Guaros de Lara.

FONTE: BLOG PERIODISMO DE FÚTBOL INTERNACIONAL DO JORNALISTA ARGENTINO PABLO ARO GERALDES

Nenhum comentário:

Postar um comentário